O melhor programa de perda de peso

O melhor programa de perda de peso

O livro da dieta da clínica de Mayo – a melhor dieta autônoma
MyFitnessPal – Melhor aplicativo de rastreamento sem frescuras
A perda de peso mais uma vez veio em primeiro lugar para as Resoluções de Ano Novo, compartilhando seu lugar com “tornar-se uma pessoa melhor”. Para muitos de nós, tornar-se uma pessoa melhor começa com um sentimento melhor sobre nós mesmos. O início de um novo ano pode ser o horário nobre para renovar a dedicação à saúde e à felicidade, mas sprints periódicos de perda de peso não equivalem a bem-estar. É por isso que a melhor dieta é aquela que você pode sustentar pelo resto da vida.

Vigilantes do Peso, que não só defende uma dieta sustentável, mas tem se sustentado por mais de cinquenta anos, é um favorito entre os nutricionistas. Sua filosofia prática e flexível de salvar e distribuir SmartPoints resume-se a equilibrar as escolhas alimentares. Você pode obter dicas, ferramentas e motivação participando de reuniões semanais tradicionais ou obtendo os mesmos recursos por meio de seu aplicativo fácil de usar. De qualquer forma, a pesquisa prova que o elemento social dos Vigilantes do Peso apoia a perda de peso. Com cerca de US $ 4 por semana, o OnlinePlus custa cerca de metade do que o Meetings + OnlinePlus, que custa cerca de US $ 8 (suas taxas variam dependendo da duração do seu compromisso).

Acreditamos que o Vigilantes do Peso é ótimo em qualquer canal, mas se você quiser se ater a um aplicativo – e puder pagar tanto quanto você faria pelas reuniões presenciais da WW -, apontaremos você para Noom.

Um novo jogador no espaço do programa de perda de peso, Noom coloca muita psicologia comportamental em um aplicativo sofisticado. Destina-se a ajudá-lo a identificar e quebrar maus hábitos e se divertir fazendo isso. O poderoso aplicativo ecoa a abordagem bem-sucedida da Weight Watchers, mas enfatiza esse programa em termos de recursos de aprendizado. Embora seja o mais caro de nossos dois programas favoritos, é mais rico quando se trata de experiência virtual – com aulas, tarefas e suporte personalizados que nos deixaram ansiosos para abrir o aplicativo.

Tanto Vigilantes do Peso quanto Noom fornecem muita orientação. Se você for mais auto-empreendedor – alguém que só precisa ser apontado na direção certa – a Mayo Clinic Diet fornece recursos puros. Pegar o livro divertido e densamente informativo é o único custo associado. Você também pode obter o aplicativo com metade do custo do WW Mobile, mas não achamos isso útil.

Se você gosta da ideia de um aplicativo realmente útil, mas não está interessado em muita interação ou pagar uma grande taxa de associação, sugerimos MyFitnessPal. Existem muitos aplicativos quase idênticos no mercado, mas este fornece o rastreamento de alimentos mais fácil e rápido que experimentamos, além de opções avançadas, como definição de metas e análise nutricional. Para educação e suporte, você precisa recorrer a fontes externas.

Como encontramos o melhor programa de perda de peso
Primeiro, perguntamos aos especialistas: Como você determina uma dieta de qualidade? Andrea N. Giancoli, dietista registrada e ex-porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética, deu-nos diretamente:

‘Se você realmente quer perder peso e ser saudável e bom para o seu corpo, você tem que escolher algo que você vai ser capaz de fazer a longo prazo.’

A armadilha da maioria das dietas da moda: desejos de carboidratos ou apenas poucas calorias. Você fica com fome e sente como se tivesse levado a dieta, mas a dieta falhou com você.

Transformar uma dieta em um estilo de vida exige sua dedicação, com certeza. Mas também exige que a dieta seja sustentável. O melhor plano flexiona para permitir a vida, incentiva o bem-estar holístico (adicionando movimento, não apenas reduzindo a ingestão) e fornece nutrição completa.

A dieta mais bem sucedida é aquela que você não vai desistir.
Começamos com os rankings de dieta 2018 do US News & World Report. Esta pesquisa anual envolve um estudo de meses com um painel de médicos e nutricionistas respeitados (vários dos quais entrevistamos para aprofundar em sua análise). Eles classificam os regimes alimentares de todos os tipos segundo um rigoroso conjunto de critérios:

Seja comprovadamente eficaz para perda de peso

Leia também: Womax funciona
Seja fácil de seguir
Seja nutricionalmente completo
Ajudar a prevenir problemas comuns de saúde, como doenças cardíacas e diabetes
Seja seguro e não apresente riscos de saúde a longo prazo
Nós escolhemos o top 14 das melhores dietas comerciais (comercializadas para o público para lucro) e as 12 melhores das melhores dietas em geral. Também lançamos cinco dos aplicativos de dieta mais populares no mix. Como esses dispositivos são amplamente rastreados e não adotam hábitos alimentares únicos, eles não parecem atender à definição de dieta da US News, mas ainda são ferramentas potencialmente eficazes para perda de peso.

Então, nós cortamos dietas que esperam que você pule de comer fora.
Giancoli também recomenda encontrar uma dieta que se encaixa com a maneira como você realmente vive. Ela observa que se você gosta de sair para comer, mas tenta se comprometer com uma dieta que o proíbe de ir a um restaurante, você vai apenas trapacear. ‘Não é sustentável … É mais provável que você tenha uma refeição mais saudável se for cozinhar sozinho, mas está se privando dessa interação social se

ESTRIAS E CELULITE NA ADOLESCÊNCIA

ESTRIAS E CELULITE NA ADOLESCÊNCIA

Estrias e celulite na adolescência
Com a chegada da puberdade, as meninas passam a sofrer mais com o próprio corpo. E além das oscilações hormonais e das indesejáveis espinhas, outros probleminhas passam a atormentar a vida do público feminino: as estrias e a celulite.

LEIA TAMBÉM
Guia Completo de combate às estrias
Adolescentes não ligam para proteção solar
Piercing pode causar infecções em adolescentes

Conforme explica a Dra. Úrsula Metelmann, médica dermatologista e consultora da Top Consult, as estrias aparecem no início da puberdade, entre 10 e 12 anos. Já a celulite começa a dar as caras em torno dos 15 anos de idade.

“As estrias aparecem nas fases, cujo crescimento é mais acelerado, quando as adolescentes aumentam de peso em áreas com maior influência hormonal e com crescimento maior, como as mamas e os quadris. Nos meninos só é comum na região das costas”, conta a médica.

Saiba mais: Estrifree benefícios

Ela lembra ainda que as estrias estão mais relacionadas aos adolescentes e ao estiramento da pele pelo crescimento rápido ou pelo ganho acelerado de peso, processo que dura até os 24 anos de idade, em média. É por este motivo que estes riscos avermelhados podem aparecer também em jovens magras. “Durante a gravidez, praticamente 100% das adolescentes têm estrias no abdômen”, completa Dra. Úrsula.

Os terríveis furinhos surgem nas áreas onde ocorre o aumento da gordura corporal, influenciada pelos hormônios femininos e onde a proporção do músculo em relação à gordura é irregular. “Sedentarismo, flacidez corporal e má alimentação influenciam o quadro. E é importante ressaltar que a celulite também está relacionada à flacidez da pele, por isso tende a ser mais comum em adolescentes com mais idade”, explica Dra. Úrsula.

Felizmente, esses dois problemas estéticos não são inevitáveis. Com alguns cuidados é possível prevenir o aparecimento. Uma das medidas é a mãe evitar que sua filha seja sedentária demais. “Os exercícios físicos são fundamentais, pois diminuem a flacidez e promovem o controle do peso e o emagrecimento. Atividades aeróbicas, como andar de bicicleta, patins, natação e dança são excelentes nessa fase”, sugere a dermatologista.

Alimentação para combater estrias e celulite

No que diz respeito à alimentação, a médica dá as seguintes dicas:

– Mantenha uma dieta equilibrada, rica em verduras, legumes e pouca gordura;

– Evite alimentos industrializados e defumados, pois estes contêm sódio e retêm líquidos;

– Consuma frutas diuréticas (abacaxi e a melancia), pois elas diminuem a retenção hídrica, e frutas antioxidantes que ajudam na renovação celular, como lima da pérsia, maçã e frutas vermelhas (morango, amora e framboesa);

– Inclua fibras no cardápio, como fibra de trigo e arroz integral, pois ajudam na digestão, diminuição da absorção do açúcar e no funcionamento do intestino;

– Consuma shitake, pois este cogumelo tem ação anti-inflamatória natural

– Controle a ingestão de açúcar e massas e evite consumir refrigerantes, fast foods, gorduras e frituras;

– Dê preferência às verduras verde-escuras, como brócolis e espinafre, pois elas têm ação desintoxicante.

– Passe hidratantes ou óleos corporais diariamente nas mamas e nos quadris. Recomenda-se usá-lo logo após o banho;

– Mantenha o peso. A mãe, ao notar que a adolescente está engordando acima do normal, deve procurar um endocrinologista;

– Evite roupas apertadas que prendam a circulação das pernas;

– Fique atento ao uso de anticoncepcional, pois este aumenta a retenção hídrica;

– Não consuma bebida alcoólica;

– Não fume.

Tratamentos

As estrias devem ser tratadas assim que aparecem, pois, conforme explica a Dra. Úrsula, elas surgem na cor vermelha e dispensam procedimentos muito invasivos. Entre os tratamentos estão os cremes com ácido glicólico, que regenera as células, estimula a produção de colágeno e facilita a penetração dos hidratantes; e o ácido retinóico, que afina e sensibiliza a derme, camada que dá volume e sustentação à pele.

“Quando as estrias são recentes, é possível usar o laser, uma tecnologia pouco invasiva e que costuma apresentar ótimos resultados. Os mais recomendados são o Dye laser, uma luz intensa pulsada, presente no aparelho Smartlipo, e o laser fracionado de CO2, encontrado no Smartxide2 Dot/RF, lançamento da Deka Laser”.

No caso das celulites, os cremes adotados são os que trazem substâncias capazes de estimular a circulação nas regiões mais afetadas, como cafeína. Estes podem ser aplicados em casa. “Outros tratamentos indicados são: drenagem linfática, excelente para melhorar a retenção hídrica e a celulite, e tratamentos estéticos não invasivos, como o ultrassom e a radiofrequência, que podem ser encontrados juntos no Triactive Plus”, sugere a dermatologista.

Veja quatro regras de ouro para emagrecer rápido e em casa

Veja quatro regras de ouro para emagrecer rápido e em casa

Perder peso não precisa ser uma dor de cabeça. Medidas simples ajudam muito no objetivo, principalmente sem gastos extras

Veja quatro regras muitos importantes para perder peso rápido em casa:

Regra 1: A nutrição adequada

Para emagrecer rápido em casa a alimentação deverá ser planejada para perder peso com prazer. Receitas prazerosas, saudáveis, usar a forma de preparo correta, buscar comer alimentos de qualidade e a quantidade ideal. O Plano Detox ensina como emagrecer rápido e é um plano completo para perder peso e inteligente com alimentos, receitas e ainda um programa com ciclos e pausas para que você conseguir emagrecer, manter e ter mais saúde. E ainda tem um grupo motivacional exclusivo no Facebook para dar aquela força, trocar ideais e experiência (algumas participantes perderam 10 quilos em 10 dias). Para participar, é fácil – procure no seu navegador Plano Detox do site dieta.blog.br e se inscreva. Isso trará emagrecimento e bom impacto na sua saúde.

Os métodos de perder peso

Mude sua dieta com alimentos menos calóricos, faça trocas inteligentes e em vez de fritar: coma cru, cozinhe ou asse. Comer menos alimentos doces e sucos concentrados, não beber refrigerantes (1 litro de Coca- Cola contém 450 calorias, o que pode ser comparado a um bom jantar). Comer mais vezes, fazendo refeições divididas. Ao ingerir alimentos, o corpo consome pelas necessidades imediatas e para a formação de estoque. Com intervalos mais longos entre as refeições, maior a chance de guardar energia através de gordura no seu corpo e não ficará com fome se você comer a cada três horas. Além disso, o corpo consome a maior parte da energia na parte da manhã por isso não é interessante ficar com fome de manhã e extrapolar à tarde ou à noite.

Mastigue bem: além de controlar melhor a fome, o seu corpo precisa desse processo para ter mais saúde e boa digestão. Consuma doce apenas como degustação ou quando estiver com muita vontade, mas antes de ir comer o doce coma uma fruta antes para diminuir a ansiedade Coma a sobremesa apenas quando estiver sem fome, prove devagar e siga o princípio de “menos é mais”.

Você sente muita fome? Controle a fome meia hora antes da refeição principal, beba um copo de leite desnatado com um pedaço de pão preto ou uma banana, maçã, pera ou laranja. Seu corpo vai começar a sentir menos fome e você vai comer menos.

Evite o álcool. Além de conter alta caloria, com ele perdemos o controle sobre a quantidade de alimento que consumimos. O álcool agride o corpo, desregula o sono e o bom funcionamento do organismo.

Regra 2: A atividade física

Mesmo estando nas dietas mais rígidas, não fazer atividade física vai comprometer o resultado. Esportes ativam os processos metabólicos do corpo, elevam o colesterol bom e ajudam a emagrecer.

Pular corda para perda de peso: Pular corda pode manter o corpo em boa forma. Depois de quinze minutos, ele queima 200 calorias, não ocupa muito espaço e pode ser feita em casa. Comece com os saltos mais simples, tente pular baixo, fixando o corpo em uma posição, vá aumentando a dificuldade.

Bambolê: Se usado durante 15 minutos, o bambolê queima a partir de 200 a 250 calorias, e pode estar sempre ao seu alcance. Tem um impacto principalmente na área da cintura, abdômen e coxas, melhorando a redução da celulite. Não é preciso muito para poder se movimentar.

Exercícios pela manhã têm um efeito poderoso sobre o corpo e ainda ajudam as técnicas de respiração. Em casa também podem ser usados outros tipos de exercícios. É só entrar na internet e escolher o que você gosta mais.

Regra 3: Dicas de perda de peso em casa

Mudanças na dieta e aumento da atividade física são componentes fundamentais da perda de peso. Não se esqueça sobre procedimentos adicionais que ajudarão você a perder peso rapidamente em casa. Aqui estão alguns:

Sauna: É uma forma de perda de peso agradável. Dá para ficar mais radical esfregando o corpo com mel ou sal, enquanto a sudorese começa.
Contraindicações: presença de erupções cutâneas, arranhões e outras doenças da pele, e problemas com o coração

Cremes redutores: Especialmente creme termogênico que estimula o metabolismo do corpo, melhora a circulação sanguínea e a drenagem linfática devido ao efeito térmico quando aplicado a áreas problemáticas.

Roupa especial com tecidos de alta tecnologia: shorts, calças, cintos. Usá-los durante a atividade física reforça o efeito do exercício devido ao aquecimento da gordura subcutânea.

Massagem: Uma grande ajuda relaxando o corpo, melhorando a aparência da pele e o metabolismo. Vários massageadores que estão agora à venda, talvez não 100%, mas substituem massagem profissional e ajudam-no a perder peso rapidamente em casa.

Enrolar-se em algas, lama, óleo, mel, argila: Este é um dos processos mais eficazes adicionais para perda de peso, apenas três ou quatro sessões para alcançar uma redução da cintura. Eles também podem ser feitos em casa através da combinação com massagem e banho com sal marinho – o processo de perda de peso será mais rápido.

Saiba mais: Kifina

Regra 4: Humor psicológico

A primeira coisa que você tem a fazer é reconhecer que está doente, especialmente se o seu peso é maior do que o desejado. Se você sabe que não pode e ainda assim você come, isso pode ser sinal de que a ansiedade está grande. Para tratar essa doença, você precisa mudar o seu modo de vida para sempre, caso contrário, a doença voltará novamente. A decisão de perder peso é apenas sua, ninguém é capaz de fazer você cumprir uma dieta ou exercício, além de você. Compartilhe com pessoas que têm o mesmo objetivo, escolha um grupo de apoio. Emagrecer é difícil, por isso é importante buscar ajuda. Aprenda a ver suas conquistas diárias e descreva o que está acontecendo com você para que evite os erros e não se puna – sempre siga em frente para melhor. Você deve ser positivo. Encontre a motivação para perder peso, fique orgulhoso de você. Sempre faça fotos na função beauty da câmera ou celular, arrume o cabelo, use roupas com bom caimento e, se perceber que mudou, festeje o sucesso mantendo-se sempre alegre. Aprenda esse eficaz truque, substitua pratos grandes por pequenos para comer menos. E o mais importante, nunca duvide do seu sucesso, imagine o que você quer ser e se ame do modo que você é!

Especialista mostra como emagrecer rápido e sem passar fome

Como emagrecer rápido? A especialista em emagrecimento saudável Rosi Feliciano vai falar de dicas importantes para você perder peso e não voltar a engordar.

Para perder peso rápido o corpo precisa gastar mais calorias do que ganha através da alimentação, criando assim um déficit que obrigada a perda de peso. Por isso, uma dieta para emagrecer de baixa caloria é fundamental para emagrecimento rápido. Interessante ter uma porção suficiente de vitaminas, minerais, proteína e carboidratos. Para um efeito mais rápido de perda de peso algumas dietas são formadas com alimentos que aceleram o metabolismo: termogênicos, diuréticos, laxativos, nutritivos, que saciam a fome e ricos em água.

Além disso, é importante analisar a pessoa individualmente, saber do estado de saúde atual, estado mental, os hábitos alimentares e a rotina de atividade física. Analisando o indivíduo com um todo, podemos focar em soluções que realmente ajudam a emagrecer.

Como o corpo reage quando a gente perde peso rápido?

Quando a gente perde peso, emagrece o corpo todo e não em um lugar especifico, sendo assim as pessoas não perdem peso diretamente na barriga ou culote como gostariam. A gordura é mais fácil acumular nos locais onde é mais vulnerável, flácido ou com predisposição genética.

Como é perder peso rápido em uma semana?

Vai ficar mais visível em alguns locais do que outros. Com a rápida perda de peso, tirando as exceções, inicialmente já é possível afinar o rosto, a barriga vai ficar menos pontuda, depois disso, vai diminuir a quantidade de gordura nas nádegas, culotes e por último a barriga e braços. É importante avaliar o que você está perdendo: gordura, líquido ou massa magra? O interessante é perder só gordura e líquido em excesso no organismo. Para isso, é importante uma dieta e exercícios adequados a você. Assim você vai manter e criar massa magra que promoverá força e lindos músculos.

Primeiro faça um check-up

Um checkup é importante principalmente para diagnosticar aspectos fundamentais da sua saúde como: condições da sua articulações, diabetes, colesterol, pressão alta, absorção das vitaminas. E ainda um dos fatores que impedem a perda de peso é o mal funcionamento da tireoide. Por isso um check-up com exames clínicos e de sangue com profissional de saúde. Isso mostrará dados importantes que influenciaram a sua perda de peso e a dieta a seguir.

Exercite para conseguir perder peso

Para perder peso em uma semana e ainda 10 kg você deve buscar além da dieta uma atividade física para trabalhar os músculos. Exercício especial para perda de peso é o de cardio, como: correr, andar, step, ou seja, se movimentar rápido. Para ter mais flexibilidade, faça alongamentos e massageei seu corpo todos os dias. Massagem e alongamentos fazem a preparação física, melhora o fluxo sanguíneo para as áreas apropriadas do corpo, assim a gordura vai queimar um pouco mais rápida.

Beba água o dia todo

Hidratar é fundamental para o funcionamento do corpo. Para emagrecer seu corpo precisa estar funcionando bem e no modo rápido de queima de calorias, para isso é necessário beber de 2 a 5 litros de água por dia de preferência 6 vezes ou mais por dia. Hidrate também através de: água de coco, sopas, legumes, folhas, chás, sucos (importante evitar sucos concentrados, calóricos, açúcar, conservantes e sódio)

Emagrecer com saúde é mais do que perder peso rápido. É também entre outras coisas manter o peso perdido, por isso é importante buscar algo mais do que uma dieta rápida é preciso programação em longo prazo e ainda mudar o estilo de vida. Mudar os estilo de vida e emagrecer é uma tarefa bem difícil, a maioria das pessoas voltam a ganhar peso ou desistem no meio do caminho, então busque algo mais completo que possa apoiar seu plano de emagrecer antes, durante e depois.

O segredo das dietas para perder peso rápido

O segredo da alimentação para emagrecer rápido está na quantidade de alimentos consumidos e também na forma de preparo ideal cru, cozido ou assado. O ser humano na maioria necessita de 2000 mil calorias por dia. Isso varia de uma pessoa para outra, então é bom consultar. Você vai descobrir que é necessário comer menos e certo para perder peso. Ideal comer de 5 a 6 vezes por dia porções pequenas (200ml) e de baixa caloria, contendo: legumes, verduras, leite, iogurte, ovos, carnes e semente oleoginosas.

As dietas são construídas de 800 a 1500 calorias e por poucos dias.

Exemplo de construção de cardápio de dietas para perder peso:

Café da manhã: 250 calorias: 140 gramas de alimento rico em proteínas, 30 gramas de alimento rico em carboidratos e 150 gramas de alimento rico vitaminas

Lanche da manhã: 100 calorias: sementes oleaginosas Almoço: 350 calorias: 160 gramas de alimentos ricos em proteínas, 50 gramas de alimentos ricos em carboidratos e 200 gramas ricos em vitaminas.

Lanche da tarde: 100 calorias: 100 gramas de alimentos ricos em vitaminas. Jantar: 300 calorias: 140 gramas de proteínas, 30 gramas de carboidratos e 150 gramas de vitaminas.

Ceia: 100 calorias: 100 gramas de alimentos ricos vitaminas.

Total: 1200 calorias

Pode-se tomar chá quando estiver com fome: chá verde, camomila, erva doce, erva cidreira e outros

Legenda:

Carboidratos: mandioca, batata, inhame, cara, pão, farinha de trigo integral, arroz e outros

Vitaminas: frutas, legumes e verduras.

Proteína animal: carnes, leite, ovos, iogurte e outros.

Proteína vegetal: feijão, abacate, quinoa, grão de bico, cogumelo, soja, castanha do Pará, castanha de caju, amendoim, nozes, semente de linhaça, semente de abobora, gergelim e outras

Para perder peso evite: farinha branca e arroz branco em excesso, açúcar, frituras, alimentos industrializados, alimentos processados, sódio e álcool.

Novidades nos óleos corporais Paixão – eles chegaram na versão mini!

Novidades nos óleos corporais Paixão – eles chegaram na versão mini!

Eu uso e gosto dos óleos corporais Paixão, principalmente no inverno, além de cheirosos, são ótimos para usar depois do banho e deixam a pele bem aveludada.

E a grande novidade é que Paixão, líder em óleos corporais e uma das marcas da multinacional Coty, lança sua nova linha de óleos em embalagens de 100 ml.

Quer dizer teremos os óleos corporais Paixão em versão mini, isso é muito bom porque fica mais fácil de levar na bolsa, óleos Paixão com você sempre.

Além do clássico Tentadora, a marca também apresenta duas novidades com fragrâncias quentes e confortáveis: Amêndoa com Avelã e Amêndoa com Macadâmia.

Leia também: Óleo de Argan preço

Com design diferenciado, praticidade e custo acessível, a nova linha aposta na mistura do óleo de amêndoas com outros ingredientes para perfumar, desodorizar e deixar a pele hidratada 24h, proporcionando uma incrível sensação de bem-estar.

Confira abaixo os detalhes:

Óleos Corporais Paixão
Paixão Amêndoa com Avelã perfuma suavemente a pele, revelando um doce prazer que apenas a fusão do óleo de amêndoas com avelã é capaz de proporcionar.

óleos corporais Paixão

Paixão Amêndoa com Macadâmia deixa a pele com um perfume único e delicado, além de proporcionar uma reconfortante experiência com a mistura desses ingredientes.

óleos corporais Paixão

Paixão Tentadora deixa a sua pele sedosa e com um efeito fascinante, além de possuir uma fragrância inconfundível com notas de frutas vermelhas e baunilha para você viver os mais intensos prazeres.

óleos corporais Paixão

Os óleos de amêndoas Paixão 100 ml podem ser encontrados nas principais drogarias, perfumarias e supermercados de todo Brasil.

Máscaras faciais: por que o tratamento virou febre entre as beauty lovers

Máscaras faciais: por que o tratamento virou febre entre as beauty lovers

As máscaras faciais, sejam de argila, em creme ou adesivas, são uma febre entre as beauty lovers. Existem diversas opções no mercado para cada necessidade ou objetivo: limpeza, hidratação ou tratamentos imediatos, como remoção de cravos e espinhas.

Leia também: Máscara Preta é bom

De acordo com a dermatologista Gabrielle Adames, o diferencial da máscara facial em relação aos cremes tradicionais é seu rápido poder de ação. As mais populares são as adesivas, pela praticidade. Elas conquistaram principalmente quem não tem muito tempo disponível para cuidar da beleza.

Vale usar o produto enquanto você faz outras tarefas do dia a dia, por exemplo.

– É possível manter as atividades diárias enquanto usa as máscaras em casa. A única coisa que eu oriento é evitar o calor. Então, caso for cozinhar, é melhor não utilizar o produto.

Ou seja, se a sua intenção é otimizar o tempo de uma leitura, do home office ou de outras tarefas domésticas, elas são muito indicadas. Tudo depende da aderência da máscara, que vai ficar fixada no rosto enquanto você se ocupa com outras atividades.

A blogueira gaúcha Dada Mitinguel é uma apaixonada por máscaras faciais. Ela conta que começou usando os cosméticos para ter um momento de relaxamento logo após o banho ou antes de dormir.

Dada indicou alguns produtos para Donna. Veja:

Máscaras de colágeno
“No site Shop Miss A qualquer produto custa 1 dólar, inclusive as máscaras. As que eu gosto de comprar nesse site são as de colágeno, que são a Collagen Facial Mask Sheet e a Honey Facial Mask Sheet”, exemplifica.

Para hidratação e clareamento
“As máscaras do atacado do Xuxa (em Porto Alegre) custam R$ 1,99, mas como é atacado, tem que comprar no mínimo 12”, explica a blogueira. “Compensa, pois o valor é baixo. São as hydrating whitening mask da marca Pil’aten”.

Para rejuvenescimento
“A da Garnier eu comprei em uma farmácia em Punta del Este. Custou apenas R$ 12. Ela tem ácido hialurônico, que ajuda na redução de rugas e super hidrata a pele”, comenta.

Para a região dos olhos
“Tem as da Sephora, para a região dos olhos, que amo, e para a face toda também. Se chamam Masque Visage Grenade. A máscara facial custa R$ 34 e R$ 32 a para a região dos olhos”.

Chá de gengibre – Propriedades, Como fazer e Receitas Rafa

Chá de gengibre – Propriedades, Como fazer e Receitas Rafa

O chá de gengibre tem propriedade antioxidante e anti-inflamatória além de ser um termogênico natural. Ele serve para curar dores de garganta e estomacais, além de que pode ajudar a emagrecer, desde que aliado a uma alimentação hipocalórica. O modo de preparo consiste no método de infusão e pode levar outros ingredientes como o limão ou o mel.

O gengibre é uma raiz tuberculosa muito usado na culinária asiática por ser considerado um remédio natural contra a gripe e por suas propriedades medicinais que o levaram a ser considerado um super-alimento.

Aqui, você aprende como preparar o chá e quais são os benefícios que estas receitas simples podem trazer ao seu organismo para além da perda de peso.

Navegue Pelo Conteúdo

1 Como fazer chá de gengibre?
2 Chá de gengibre com limão e cravo
3 Chá de Gengibre Com Limão
4 Chá de Gengibre com camomila
5 Chá gelado de gengibre com Goji Berry
6 Chá de Gengibre com casca de abacaxi
7 Chá de Gengibre Com Canela, Cravo, Laranja, Hortelã e Nabo
8 Chá de Gengibre Com Canela, Limão e eucalipto
9 Cuidados ao preparar o chá
10 Chá de gengibre para emagrecer
11 Propriedades do chá de gengibre
12 8 Benefícios do Chá de Gengibre
13 Contraindicações
14 Efeitos Colaterais
COMO FAZER CHÁ DE GENGIBRE?
Abaixo você confere as principais receitas de chá de gengibre e para que cada uma delas é indicada.

CHÁ DE GENGIBRE COM LIMÃO E CRAVO
Para tosse e tratamento de inflamações.

Ingredientes:

1 ½ litro de água em preparação;
1 fatia de limão;
2 colheres de sopa de gengibre picado ou gengibre ralado;
4 colheres de sopa de açúcar;
Cravo e canela a gosto;
Modo de fazer:

Coloque o açúcar em uma panela até que ele caramelize; adicione, então, o limão, o gengibre, a canela e o cravo, e mexa. Em seguida, por fim, acrescente a água e deixe ferver. Feito isso, coe o chá e o sirva ainda quente.

Para quem tem problemas com o açúcar recomenda-se dispensar a caramelização e ir direto para a fervura. Uma boa opção também é utilizar mel ou açúcar mascavo, que são mais saudáveis que o açúcar branco.

A adição de limão traz outros benefícios para a bebida já que ele aumenta a imunidade, tem capacidade de reduzir a dor muscular e também possui propriedade antioxidante e anti-inflamatória como o gengibre. Saiba mais no texto sobre os benefícios do limão.

CHÁ DE GENGIBRE COM LIMÃO
Para tosse, dor de garganta e resfriados.

Modo de preparo:

Deixe ferver 1 litro de água;
Espere a água ferver e então adicione dois dedos de gengibre (2cm) fresco;
Corte um limão ao meio, esprema o suco na água quente e coloque o que restar da fruta na panela e tampe;
Espere de 8 a 10 minutos e desligue o fogo.
Coe e espere amornar para tomar. Este chá de gengibre ajuda a curar resfriados e manter o corpo prevenido contra doenças, é uma excelente opção para dias frios e no inverno, quando a disseminação de bactérias é maior.

CHÁ DE GENGIBRE COM CAMOMILA
Para acalmar, melhorar a bem estar e afastar dores no corpo.

Ingredientes

Um pedaço de gengibre (cerca de 2 até 3 centímetros) ou 5 colheres dele espremido;
2 até 3 colheres de sobremesa de camomila;
1 litro de água em preparação.
Modo de preparo

Deixe 1 litro de água ferver;
Coloque o pedaço de gengibre da maneira selecionada, agora, tampe a panela e deixe em fogo baixo;
Cerca de 5 a 10 minutos depois – agora é o momento de colocar o adoçante natural – adicione a camomila;
Espere até que a temperatura fique um pouco mais baixa, coe tudo.
chá de gengibre e camomila

CHÁ GELADO DE GENGIBRE COM GOJI BERRY
Para quem quer emagrecer.

Ele deve ser tomado de duas a três vezes ao dia. A receita ajuda a eliminar líquidos e acelerar o metabolismo, de forma a aumentar o gasto calórico.

Ingredientes:

2 até 3 centímetros de gengibre fresco ou amassado;
2 colheres de sobremesa com goji berrys;
1 limão espremido;
1 litro de água em preparação.
Modo de preparo:

Corte o gengibre ou esprema da maneira que preferir;
Deixe ferver 1 litro de água;
Adicione o limão;
Deixe a panela tampada durante um tempo em fogo baixo;
Desligue o fogo e espere de 5 a 10 minutos, coe o chá e adicione as goji berrys nesse momento.
CHÁ DE GENGIBRE COM CASCA DE ABACAXI
Para prevenir o envelhecimento precoce, melhora a digestão e ajudar no emagrecimento, já que tanto o gengibre como o abacaxi tem propriedades termogênicas.

Ingredientes:

2 até 3 centímetros do gengibre em pedaço ou de amassado;
Casca do abacaxi;
1 limão;
1 litro de água em preparação.
Como preparar o chá:

Prepare o gengibre da maneira que preferir;
Lave bem a casca do abacaxi, limão, corte e a adicione;
Deixe ferver 1 litro de água e adicione o gengibre;
Tampe a panela e espere durante algum tempo em fogo baixo;
Leia também: chá de gengibre receita

CHÁ DE GENGIBRE COM CANELA, CRAVO, LARANJA, HORTELÃ E NABO
Indicado especialmente para quem tem dor nas costas e está com mal estar, siga a instrução abaixo:

Ingredientes:

1 até 2 centímetro de gengibre fresco ou amassado;
2 laranjas;
1/2 pau de canela;
2 rodelas de nabo;
3 folhas de hortelã seca ou colhida na hora;
5 cravos da índia;
Cerca de 700 ml de água.
Como preparar o chá:

Prepare o gengibre da maneira que preferir, corte os pedaços do nabo e os descasque;
Quando a água ferver, adicione o gengibre, nabo, os cravos da índia e a canela;
Tampe a panela e deixe em fogo baixo, espere cerca de 5 até 10 minutos – esse é o momento em que o hortelã deve ser adicionado;
Coloque suco de laranja e pronto.
chá de gengibre e laranja

CHÁ DE GENGIBRE COM CANELA, LIMÃO E EUCALIPTO
Muito procurado especialmente por aqueles que estão com resfriado, gripes, nariz escorrendo ou entupido, essa é uma variação ótima e que facilita o descongestionamento nasal. A solução pode ser usada também para a inalação, ao invés da ingestão oral.

Ingredientes:

Gengibre – cerca de 2 centímetros;
1 limão inteiro;
Metade de um pau de canela;
3 folhas de eucalipto;
Cerca de 3 folhas de hortelã seca ou colhida na hora;
700 ml de água.
Modo de preparo:

Prepare a água, adicione o gengibre e a canela quando fervida;
Coloque metade do limão com casca;
Tampe a panela e aguarde no fogo baixo durante alguns minutos, adicione o eucalipto e o hortelã nessa hora – se forem frescas;
Esprema a outra metade do limão, se a hortelã e o eucalipto forem secos, esse é o momento de adicioná-los;
Coe e pronto.
CUIDADOS AO PREPARAR O CHÁ
É aconselhado que ao fazer o chá de gengibre, se tenha alguns cuidados, como por exemplo, pode ser colocado na água em pedaços, porém quando macerado (esmagado), tem uma maior liberação de substâncias, por isso é preciso que seja consumido bem rápido, devido a resistência menor com água;
Não esquente demais o chá, isso faz com que as propriedades sejam perdidas;
Prefira utilizar água filtrada no preparo;
Não armazene o chá durante muito tempo, é indicado que seja consumido o mais rápido possível pelas suas propriedades positivas;
Não consuma essa bebida caso a febre esteja acima de 38º ou contenham inflamações na pele;
Em caso de hematomas, o chá de gengibre pode incentivar o sangramento;
Grávidas devem consultar o médico antes de consumirem o chá;
É indicado não adoçar o chá principalmente se você busca o emagrecimento, ou então utilize adoçante natural, mel ou açúcar mascavo (com moderação).
CHÁ DE GENGIBRE PARA EMAGRECER
Chá de gengibre emagrece. O chá de gengibre ajuda a emagrecer de uma forma indireta. É que essa raiz tem ação termogênica, isto é, quando ingerida aumenta a temperatura corporal e faz com que o organismo gaste mais energia somente para desempenhar funções metabólicas como respirar ou manter o coração batendo, o que ajuda a perder peso.

Muitos nutricionistas e pesquisas relacionadas a esta área do conhecimento de saúde e dieta, indicam que o ritmo do metabolismo (quantidade de energia gasta para exercer funções) é determinante para o condicionamento físico natural das pessoas.

Ou seja, mesmo que dois indivíduos se alimentem e realizem as mesmas atividades um pode ser mais gordo e outro mais magro.

Os gordinhos tendem a ter um metabolismo baixo e gastam pouca energia para manter o corpo em funcionamento, outros, tem um metabolismo rápido – o que é bom – e por isso queimam calorias com mais facilidade, mesmo em repouso. Ao tomar chá de gengibre condiciona-se o corpo a aumentar a queima calórica natural, assim como um chá verde, chá hibisco ou chá mate.

Não é só isso que faz com que o chá de gengibre seja um potente aliado na perda de peso. Suas propriedades diuréticas, antioxidantes e desintoxicantes também são de extrema importância, pois ajudam a eliminar toxinas do organismo, deixar as células jovens e, com isso, evitar um sistema linfático inchado e pesado, além da melhora na circulação. Para entender mais sobre o assunto confira o texto sobre gengibre emagrece.

COMO EMAGRECER TOMANDO CHÁ DE GENGIBRE
É claro que para o emagrecimento efetivo o chá de gengibre deve ser aliado a prática de um estilo de vida saudável, o qual inclua uma alimentação balanceada e a prática regular de atividades físicas.

Para quem quer tomar o chá de gengibre esse fim recomenda-se que ele seja tomado ao longo do dia em pequenas doses, cerca de 1 xícara de chá de gengibre é o suficiente, pode se deixar na geladeira.

Ele pode ser incluído antes ou após as refeições para ajudar na digestão na hora. No entanto, lembre-se que exagerar no consumo pode causar dor de garganta devido a picância natural do alimento que é pouco suavizada no momento da fervura, por isso é importante consumir com responsabilidade.

PROPRIEDADES DO CHÁ DE GENGIBRE
Estão presentes na fórmula do chá de gengibre muitas vitaminas, entre elas, a: A, B, C e D, além da grande quantidade de selênio, zinco, potássio e magnésio. Gengibre é uma importante fonte de óleos essenciais para o nosso corpo, entre eles estão o timol, carvacrol e eugenol.

Conhecido pelas suas propriedades anti inflamatórias, esses óleos são os principais responsáveis por isso, tudo diante da quantidade de inflamações que o nosso corpo fica suscetível no dia a dia. Com o consumo do gengibre, que é alimento termogênico, ele também ajuda a inibir possíveis inflamações no corpo.

Há vários estudos em que se comprovam a importância do gengibre e os seus benefícios para quem sofre com artrites, dor muscular e dores nas articulações. O chá de gengibre para a saúde ameniza o surgimento de gastrite, úlcera e câncer de estômago, pois, consegue diminuir a aderência da bactéria conhecida como H Pylori, responsável por essas desregulações.

Chá de gengibre emagrece. Além do emagrecimento, o chá de gengibre também ajuda a prevenir doenças respiratórias como gripes e resfriados, muitas receitas tradicionais utilizam da planta para reforçar a prevenção a esses eventos comuns.

Tudo isso graças as suas ações antioxidantes, que melhoram gradualmente sintomas como a tosse, dores musculares e algumas doenças como a asma e a bronquite, por isso, você pode fazer quando sentir necessidade, além de ajudar a emagrecer.

Isso acontece porque o gengibre contém uma enorme quantidade de vitamina C que estimula a produção de células brancas (as que defendem o corpo). A receita mais indicada para essa utilização é o chá de gengibre com limão e mel.

Pesquisas recentes ainda apontam que a bebida também ajuda a prevenir o câncer, Alzheimer (retardando a perda de neurônios) e traz os seus benefícios para os músculos, reduzindo o tempo de recuperação do tecido muscular e dor após exercícios físicos ou treinos de quem quer emagrecer.

Os benefícios do gengibre na saúde não param por aí: é um ótimo aliado para quem sofre com úlceras estomacais, que quando em excesso e desreguladas, podem ocasionar cânceres de estômago, cólon retal e fígado também. Isso se dá devido a uma substância presente em grande quantidade – 6-gingerol – que impede a proliferação dessas células na região do corpo.

Essas qualidades do chá são representadas pela presença do gingerol, que o gengibre é rico, substância anti-inflamatória que também ajuda a prevenir e contribuir para o fortalecimento do sistema imunológico e também a ação antioxidante, aquela que retarda a ação dos radicais livres, substâncias responsáveis por roubar energias das células e estimular o envelhecimento do corpo.

Já para quem quer se livrar de tosses o chá de gengibre deve ser tomado em doses pequenas ao longo do dia, sempre no momento que a garganta estiver mais dolorida. A sensação de ardência e anestésica característica da raiz ajuda a aliviar a dor ao mesmo tempo que fortalece o sistema imunológico para combater eventuais inflamações ou infecções.

Se você sofre constantemente com náuseas e enjoos, beber chá de gengibre pode ser a solução, ele também ajuda especialmente em diminuir a sensação de má digestão. Pode ser utilizado também por pessoas que sofrem com problemas de gases, que causam esses sintomas.

8 BENEFÍCIOS DO CHÁ DE GENGIBRE
Ilustramos as principais informações sobre o Gengibre. Temos certeza que isso reforçara, ainda mais, todos os benefícios que esse alimento pode proporcionar para a sua saúde. Caso você tenha gostado, não esqueça de compartilhar nas redes sociais e continuar a beber o chá de gengibre!

CONTRAINDICAÇÕES
Mesmo que o chá possa ser muito benéfico para várias pessoas, existem algumas que não devem consumir o chá e ter uma atenção redobrada ao pensar em inserir o gengibre em sua alimentação diária. Veja quem são elas:

Pessoas que já possuam problemas estomacais como gastrites ou úlceras estomacais, ele também ajuda a piorar a irritação no local;
Quem sofre com hemofilia deve evitar tomar esse chá pois estimula a circulação sanguínea, dificultando assim a coagulação;
Pacientes que sofrem com hipertensão, cardiopatias, hipotireoidismo ou diabetes, recomenda-se que consulte o seu médico antes de iniciar o uso desse chá.
É indicado também não seja consumido em conjunto com alguns outros alimentos ou bebidas, como o café, pois podem causar vômitos, diarreias, irritação estomacal e enjoos. Uma boa dica é que quando ferver, adicione limão neste momento, ele tira um pouco do gosto forte do gengibre, mas não interfere nas propriedades.

EFEITOS COLATERAIS
O uso de chá de gengibre em grandes quantidades pode ocasionar o aparecimento de alguns efeitos colaterais. São eles:

Ardência na garganta;
Febre;
Desconforto estomacal;
Dores de cabeça.
Portanto, use do poder dessa planta de forma consciente e sem exageros!

Máscaras faciais caseiras: cuide da sua pele sem gastar muito

Máscaras faciais caseiras: cuide da sua pele sem gastar muito

O tempo e o dinheiro estão curtos? Máscaras faciais feitas em casa podem ajudar na hidratação, retardar o envelhecimento e até reduzir a oleosidade da pele. Confira abaixo três misturinhas simples e poderosas com ingredientes que você certamente tem aí na sua despensa. E lembre-se: este cuidado a mais não dispensa o uso do filtro solar diariamente!

Pepino
Esta máscara de um ingrediente só tem ação hidratante, contribui para a regeneração celular, ajuda na remoção de cravos e ainda clareia a pele. Mais simples, impossível! Descasque um pepino e triture-o no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Para combater as olheiras, aplique também nesta região tomando muito cuidado para que a pasta não entre em contato direto com os olhos. Enxágue com água fria para aumentar ainda mais a sensação de frescor.

Mel e amido de milho
Esta mistura caseira hidrata, acalma e cicatriza a pele e ainda reduz a oleosidade. Misture uma colher de sopa de amido de milho com a mesma medida de mel. Acrescente água até obter o ponto de um creme. Após a aplicação, enxágue o rosto com água fria para terminar o processo de fechamento dos poros.

Leia também: Máscara de pepino é boa

Fubá, hortelã e iogurte
Esta combinação vai remover as células mortas, controlar a oleosidade e refrescar sua pele. Esmague algumas de folhas de hortelã até obter um suco. Misture o resultado obtido com uma colher de sopa de fubá e duas colheres de sopa de iogurte natural. Após o tempo de ação da máscara, enxágue com o rosto com água corrente e finalize aplicando chá de hortelã com a ajuda de um algodão.

Dica: Para obter melhores resultados aplique a máscara facial caseira duas vezes por semana. É importante que a mistura permaneça em contato com a pele por um período de 15 a 30 minutos, pois este tempo possibilita a ação adequada dos ingredientes.

Queda de cabelos

Queda de cabelos

A queda excessiva dos cabelos tem impacto significativo na aparência, e pode ser fonte de preocupação para homens e mulheres. A alopecia androgenética, também conhecida como calvície, é um problema que pode levar à perda total ou parcial dos cabelos. Embora seja mais comum entre o sexo masculino – estima-se que 80% dos homens com mais de 80 anos sofram do problema – a alopecia androgenética também pode afetar as mulheres. Nos homens, a perda de cabelo tende a se concentrar no topo do couro cabeludo. Nas mulheres, é mais difusa.

A alopecia androgenética é desencadeada por inúmeros fatores de ordem genética e hormonal. A alopecia androgenética também está associada ao excesso de hormônios andrógenos (masculinos), e por isso pode ser um problema para as mulheres, que sofrem diversas alterações hormonais ao longo da vida. Embora seja um quadro de origem genética e hereditário, a existência de um ou mais casos na família não significa que, necessariamente, a calvície se manifestará.

Leia também: queda de cabelo solução

A boa notícia para quem sofre com a perda de cabelo é que há inúmeras opções de tratamento. Para saber a mais adequada, é necessário consultar um dermatologista, que fará uma investigação das características e das prováveis causas do problema. Dentre as opções terapêuticas estão os medicamentos tópicos, como soluções de minoxidil e 17 alfa estradiol e orais, como a finasterida e antiandrógenos sistêmicos, como a ciproterona e espironolactona. No caso de alopecia androgenética feminina, dá-se preferência à terapêutica tópica. Existem também lasers que podem ser utilizados para estimular o crescimento dos fios. Nos casos mais acentuados, o transplante de cabelo pode ser uma opção.

Atenção
Não se automedique para tratar a perda de cabelo, pois pode colocar sua saúde e sua beleza em risco. Para saber o tratamento mais indicado, procure um dermatologista, o médico especialista em pele, cabelos e unhas.

OPÇÕES DE TRATAMENTO PARA CÓLICA MENSTRUAL

OPÇÕES DE TRATAMENTO PARA CÓLICA MENSTRUAL

Opções caseiras e medicamentos para controlar a dor da cólica menstrual.
A cólica menstrual, também chamada de dismenorreia, é definida como uma dor do tipo cólica que acomete a região inferior do abdômen e surge logo antes ou durante o período menstrual.

A cólica menstrual é um evento tão comum que até 90% das adolescentes e 25% das mulheres adultas sofrem dessa dor todos os meses.

A dismenorreia é provocada pelas contrações uterinas durante a menstruação, que são importantes para que o útero consiga expulsar todo o tecido uterino desvitalizado. Em algumas mulheres, porém, as cólicas menstruais são muito intensas, provocadas por contrações tão vigorosas, que até mesmos os vasos sanguíneos que irrigam o útero ficam comprimidos, causando uma isquemia uterina temporária.

Neste artigo vamos falar sobre as opções de tratamento da cólica menstrual. Se você procura informações sobre a cólica menstrual em si, incluindo sintomas, causas e fatores de risco, acesse o seguinte link: Cólica Menstrual – Sintomas, Causas e Tratamento.

Se você também procura informações sobre a tensão pré-menstrual (TPM), não deixe de ler: Sintomas da TPM – Tensão pré-menstrual.

Tratamento da cólica menstrual
O objetivo do tratamento da cólica menstrual deve ser sempre aliviar a dor ao máximo possível. Se der para eliminar a dor completamente, ótimo. Porém, infelizmente, a completa resolução da dor nem sempre é alcançável. Nesses casos, com cólicas mais intensas, o objetivo deve ser o alívio da dor de forma suficiente para que a mulher consiga realizar as suas tarefas habituais do dia a dia.

O tratamento da dismenorreia pode ser feito com medicamentos de verdade ou apenas com medidas educacionais, tais como exercícios, dieta adequada, técnicas de relaxamento e remédios caseiros. O que define o tipo de tratamento mais adequado é o grau de intensidade das cólicas. A intensidade da cólica menstrual pode ser dividade em 4 graus:

Dismenorreia grau 0: a menstruação não provoca dor, ou o faz de forma muito discreta, sem causar qualquer tipo de pertubação para mulher. → Esse tipo de menstruação não requer nenhum tratamento específico.
Dismenorreia grau 1: a menstruação provoca uma pequena cólica, que na imensa maioria dos casos não atrapalha as atividades diárias. → Esse tipo de menstruação raramente requer medicamentos e medidas caseiras são mais do que suficiente para aliviar a dor.
Dismenorreia grau 2: a menstruação provoca cólicas moderadas a forte, algumas vezes acompanhadas de outros sintomas, como irritabilidade, dor de cabeça e mal-estar. A cólica pode ser intensa o suficiente para atrapalhar a execução das tarefas habituais do dia a dia. → Esse tipo de menstruação costuma ser tratada com medicamentos.
Dismenorreia grau 3: a menstruação provoca cólicas muito intensas, quase sempre acompanhadas de sintomas, como diarreia, cansaço, dor de cabeça, irritação ou vômitos. A cólica é forte e quase sempre atrapalha a execução das tarefas habituais do dia a dia → Esse tipo de menstruação costuma ser tratada com medicamentos, mas eles nem sempre funcionam.
Papel do placebo no tratamento da dismenorreia
O placebo por definição é uma substância ou tratamento que não tem nenhum efeito direto sobre a doença, mas que o paciente acredita ser eficaz. E porque o paciente acredita que esse falso tratamento é real, ele pode realmente funcionar em determinadas situações.

O placebo pode ser simplesmente uma pílula feita de farinha ou uma vitamina qualquer. Pode ser também uma pulseira que supostamente emite vibrações, terapia com luzes coloridas ou um medicamento homeopático.

A cólica menstrual tem uma característica interessante, que é a elevada, porém temporária, eficácia dos placebos. No primeiro mês, 84% das mulheres tratadas com um placebo referem melhora das cólicas menstruais. Esse efeito, porém, não dura muito. No segundo mês, a taxa de eficácia já cai para 29%, no terceiro mês para 16% e no quarto para 10%.

Quanto mais intensa for a cólica menstrual, menos eficaz é o tratamento com placebos.

Tratamento caseiro e não medicamentoso das cólicas menstruais
O tratamento das cólicas menstruais com medidas caseiras pode ser efetuado em qualquer caso, sendo geralmente a única medida necessárias nas dismenorreias graus 0 e 1. Abaixo vamos citar as opções de tratamento não-medicamentoso que nos estudos científicos apresentaram taxa de eficácia superior aos placebos.

a. Calor local
A aplicação de calor na região inferior do abdômen é uma medida muito eficaz para aliviar as cólicas. Estudos mostram que uma bolsa de água quente pode ser tão efetiva quanto anti-inflamatórios e melhor até que analgésicos comuns, como o paracetamol.

A aplicação de calor na região do abdômen pode ser utilizada em conjunto com analgésicos ou anti-inflamatórios, ajudando a aumentar a eficácia dos medicamentos.

b. Exercício físico
A prática regular de exercícios físicos ajuda a diminuir a intensidade da cólica menstrual. Mulheres sedentárias costumam ter cólicas mais intensas que as mulheres que fazer regularmente alguma atividade física.

c. Yoga
Não há muitos estudos sobre a eficácia da Yoga no tratamento da dismenorreia, mas os poucos que existem sugerem que ela é eficaz. Na verdade, qualquer medida que ajude a controlar o estresse parece ser eficaz no controle da dismenorreia, incluindo massagem, técnicas de relaxamento, meditação, etc.

d. Relação sexual
Estudos mostram que o orgasmo pode aliviar a intensidade da cólica menstrual em algumas mulheres. O problema é que dificilmente a mulher terá desejo sexual se a dor estiver de intensidade moderada ou grave.

e. Dieta
Uma dieta pobre em gordura animal e rica em vegetais e ômega 3 pode reduzir de forma significativa a intensidade e a duração das cólicas menstruais. Porém, os estudos publicados até o momento foram feitos com poucos pacientes, o que torna o grau de evidência fraco.

f. Cigarro e álcool
O consumo de cigarro e bebidas alcoólicas está relacionada a um agravamento dos sintomas da cólica menstrual. Se você tem cólicas fortes, evite essas duas substâncias.

g. Acupuntura
A maioria dos estudos sobre a eficácia da acupuntura na dismenorreia é pequeno e de má qualidade. Há, porém, alguns poucos bons estudos, e estes mostram que a acupuntura parece ser eficaz. Em geral, o resultado da acupuntura parece ser inferior aos dos medicamentos, mas ela é uma boa opção para aqueles que desejam evitar fármacos. De qualquer forma, o grau de evidência ainda é fraco

Tratamento com remédios para cólicas menstruais
O tratamento medicamentoso da dismenorreia é feito preferencialmente com anti-inflamatórios ou com anticoncepcionais hormonais. Nenhum estudo até o momento conseguiu comprovar a superioridade de um sobre o outro. Ambos parecem ser igualmente eficazes e podem ser usados ao mesmo tempo.

a. Anti-inflamatórios não esteroidais (AINES)
Os anti-inflamatórios são eficazes em 85% dos casos e, ao contrário do placebo, o seu efeito não diminui com o tempo.

Leia também: comprar Atroveran

Os AINES mais indicados para o controle da cólica menstrual são o ibuprofeno e o ácido mefenâmico (mais conhecido como Ponstan®).

Analgésicos comuns, como o paracetamol, têm eficácia inferior aos anti-inflamatórios e, por isso, não costumam ser usados como tratamento de primeira linha. A única exceção parece ser a dipirona (metamizol), que é um analgésico que tem um efeito antiespasmódico relevante, sendo uma boa opção para o alívio das cólicas tanto de origem uterina, intestinal ou renal.

b. Anticoncepcionais hormonais
Os anticoncepcionais hormonais ajudam na estabilização do ciclo menstrual e controlam o fluxo e as contrações uterinas, ajudando na redução da cólica menstrual.

Todas as formas de anticoncepção hormonal são eficazes, incluindo:

Pílula anticoncepcional à base de estrogênio e progesterona (qualquer dose).
Minipílula (leia: Minipílula – Anticoncepcional de progesterona).
Adesivo anticoncepcional (leia: EVRA – Adesivo Anticoncepcional).
Anticoncepcional injetável.
Anel vaginal.
O DIU Mirena, que é um DIU que contém pequenas doses de hormônio, também ajuda no tratamento dismenorreia. Por outro lado, o DIU de cobre não é indicado, pois costuma agravar os sintomas (leia: DIU de Cobre e DIU Mirena – Anticoncepcional intrauterino).

c. Vitaminas e sais minerais
Alguns pequenos estudos avaliaram a eficácia de determinadas vitaminas no controle da cólica menstrual. A que tiveram melhores resultados foram a vitamina E e a vitamina B1. Em todos eles, porém, os estudos foram pequenos e o grau de evidência é fraco. O magnésio também parece ser superior ao placebo, mas os estudos pequenos e de má qualidade não nos permitem tirar conclusões.

d. Adesivos de nitrato
Os adesivos transdérmicos contendo nitrato são uma opção de tratamento, mas a sua eficácia é inferior a dos AINES e a dos anticoncepcionais, e a taxa de efeitos colaterais, como dor de cabeça, é mais alta.

e. Nifedipina
A nifedipina é um medicamento anti-hipertensivo que ajuda a reduzir a dor da dismenorreia. Nas mulheres hipertensas, ele é uma boa opção de tratamento, apesar de ser inferior aos AINES.

Suco detox: benefícios para saúde e perda de peso

Suco detox: benefícios para saúde e perda de peso

Tomar o suco verde passou a ser um ritual de estilo de vida, e ele está presente na alimentação da maioria das pessoas que buscam perda de peso e qualidade de vida.

o que é o suco detox?
O suco verde, ou também chamado suco detox, é uma bebida rica em fibras, vitaminas e minerais que vem sendo muito utilizado como parte da dieta detox, que tem como objetivo potencializar a eliminação de substâncias tóxicas do organismo.

Ao longo do dia, somos expostos a diversas toxinas, como poluição, conservantes de alimentos, agrotóxicos, metais pesados e toxinas presentes em cosméticos e, além desses fatores, o estilo de vida também contribui para esse acúmulo, como o sedentarismo, poucas horas de sono, estresse oxidativo e má alimentação.

benefícios do suco detox:
As toxinas sobrecarregam o organismo e alguns nutrientes presente no suco detox atuam nas enzimas responsáveis pela eliminação, deixando as toxinas mais hidrossolúveis (solúveis em água).

Os compostos presentes nos alimentos que vão no suco verde auxiliam nesse processo, sendo alguns deles essenciais para que o fígado consiga realizar seu papel de desintoxicação, principalmente ferro, cobre, zinco, vitamina A, riboflavina, piridoxina, ácido fólico e vitamina B12. Além disso, alguns minerais, como o fósforo, diminuem a absorção de metais pesados, como o chumbo.

Leia também: Max Detox reclamações

A couve, agrião, hortelã, salsão, coentro e salsinha tem nutrientes que auxiliam nesse papel, principalmente pela presença de clorofila, que estabiliza a ação dos radicais livres produzidos pelo organismo, além de substâncias que agem na atividade das enzimas responsáveis pela detox. Por isso, são os alimentos mais incluídos nos sucos verdes.

Leia também: Kifina funciona

suco detox: porque tomar?
O uso regular do suco verde detox, associado a uma dieta detox, pode trazer diversos benefícios, como maior disposição e energia, redução do inchaço e da celulite e também pode ajudar a prevenir doenças. Além disso, é rico em cálcio e magnésio, minerais importantes para saúde óssea e contração muscular.

A clorofila, responsável pela coloração verde dos vegetais, atua como importante antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce. Vale ressaltar que o suco verde também oferece boa quantidade de fibras, que melhoram o funcionamento intestinal, e de vitamina C, essencial para formação de colágeno.

Outra razão de tomar o suco detox é que ao cozinhar os alimentos, há perdas nutricionais, e como o suco é consumido cru, ocorre maior preservação desses nutrientes. Além disso, ao acrescentar frutas e vegetais, a oferta de nutrientes é maior.

Leia também: Phytophen funciona

suco detox emagrece?
O suco detox emagrece, mas deve estar associado com a prática de exercícios físicos e reeducação alimentar. Se consumido sem coar, o suco fornece boa quantidade de fibras, que ajuda a aumentar a sensação de saciedade e diminuir o consumo alimentar.

O suco pode ser consumido uma vez ao dia, sendo mais ideal tomar logo após o preparo para que não haja perda de nutrientes.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

suco detox: como fazer?
O suco detox não tem uma composição exata, é elaborado com frutas e vegetais e, por isso, permite inúmeras possibilidades de preparação. Veja algumas combinações de frutas e vegetais que podem ser utilizados na receita de suco detox:

Maçã: ótima concentração de polifenóis e fotoquímicos, substâncias com propriedades antioxidantes;
Laranja: contém diversos minerais como, potássio, sódio, magnésio, cálcio, ferro, vitaminas do complexo B C e carotenoides, além de diversos antioxidantes e flavonoides;
Couve: contém vitaminas E, C, B1 e B2, selênio, cobre, manganês, zinco, além de compostos fenólicos e fibras;
Alface: fonte de potássio, sódio, cálcio, magnésio, ferro, manganês, cobre, zinco e enxofre, e boa fonte declorofila;
Pepino: ótima concentração de minerais, como o cálcio, fósforo e ferro, vitaminas do complexo B e C, antioxidantes e compostos fenólicos.
Além da couve, outros vegetais podem ser utilizados, como agrião, salsinha e rúcula, e trazem os mesmos benefícios.

Portanto, o suco detox pode conter:

A base (pode ser água, chás naturais ou água de coco)
2 frutas e vegetais
Até 2 folhas verde-escuras
Opcional: ingredientes funcionais, como quinoa e linhaça
Os melhores ingredientes suco verde são os orgânicos, pois possuem mais nutrientes e são produzidos livres de agrotóxicos.

Em casos de falta de tempo para o preparo, é possível optar pelo suco verde em pó, também conhecido como suco verde instantâneo: basta ser diluído em água ou suco de fruta, tornando seu consumo muito mais prático.

suco detox: contraindicações
Pessoas que sofrem de hipotireoidismo devem consumir o suco verde com moderação, pois as folhas verde-escuras podem interferir no funcionamento da tireoide. Além disso, pessoas que consomem anticoagulante também devem evitar, devido à grande quantidade de vitamina K nas folhas verde-escuras.

Adote essas dicas e viva de forma mais equilibrada e saudável! Para continuar acompanhando informações sobre alimentação saudável, atividade física e bem-estar, assine nossa newsletter e receba conteúdos em seu e-mail. Caso tenha dúvidas, deixe um comentário!